Natal

Muito se diz a respeito do Natal (palavra originada do latim, que significa nascer), porém, o mais significativo é que, nesta data, celebramos o nascimento de Jesus Cristo. A escolha do dia 25 de dezembro para celebração desta data, apesar de ter sido contestada, deu-se a partir de festividades pagãs, nas quais celebravam o dia mais curto do ano e o “novo Sol”. Após a conversão ao Cristianismo, este dia deixou de ser a comemoração do nascimento do Deus Sol e passou a ser o dia do nascimento do filho de Deus e, assim foi que o Natal se enraizou no mundo Ocidental.
Os principais símbolos do natal são: A Estrela de Belém, que guiou os três Reis Magos até Jerusalém; os próprios Reis Magos, que levaram incenso, ouro e mirra a Jesus; o Presépio, criado por São Francisco de Assis, no século XII; a Árvore, que surgiu desde as festas pagãs, onde celebravam a fertilidade da terra e, mais tarde, ganhou entusiasmo na Alemanha, espalhando-se por todo o mundo; a guirlanda e as velas, que representam as etapas da salvação de Cristo; Papai Noel, homenagem a São Nicolau – que, no século IV, oferecia presentes às crianças; a ceia, símbolo do momento do nascimento; os presentes, como forma de lembrar a visita dos três Reis Magos que presentearam Jesus.
Hoje, além da confraternização das famílias, o hábito da troca de presentes faz do Natal a data mais rentável para todos os lojistas, proporcionando o crescimento das arrecadações financeiras do comércio.

Natal
Compartilhe:
FacebooktwitterredditpinterestlinkedinmailFacebooktwitterredditpinterestlinkedinmail