As vendas do comércio lojista do Rio de Janeiro registraram crescimento de 7,9% em agosto em comparação com o mesmo mês de 2011, de acordo com a pesquisa Termômetro de Vendas divulgada mensalmente pelo Centro de Estudos do Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro – CDLRio, que abrange cerca de 750 estabelecimentos comerciais da Cidade. É o oitavo mês do ano de resultado positivo nas vendas. Em comparação com o mês anterior (julho) o índice foi de mais 5,2% e no acumulado dos oito meses do ano (janeiro/agosto) houve um aumento de 7,7% em relação ao mesmo período do ano passado.
 

A pesquisa mostra que os indicadores do mês de agosto foram puxados principalmente pelo crescimento de 8,1% nas vendas do Ramo Duro (Móveis, Eletrodomésticos, Óticas e Jóias) e de 7,3% do Ramo Mole (Confecções e Moda Infantil, Calçados e Tecidos). Os produtos que mais venderam no mês foram os de Confecções (+8,7%), Eletrodomésticos (+8,2%), Calçados (+7,6%), Jóias (+7,1%), Móveis (6,9%), Tecidos (+4,5%) e Óticos (4,2%). A modalidade de pagamento mais utilizada pelos clientes foi a venda a prazo com mais 9% seguida da venda à vista com mais 7,2%.
 
Segundo o presidente do CDL-Rio, Aldo Gonçalves, o aumento de 7,9% das vendas em agosto está em linha com a boa performance que o comércio da Cidade do Rio de Janeiro vem apresentando durante estes oito meses do ano. “Este resultado foi aquecido pelas vendas no Dia dos Pais, umas das maiores datas comemorativas do comércio, e também por ter sido um mês grandes promoções, liquidações e facilidades de crédito”, explica Aldo.
 
Em relação às vendas conforme a localização dos estabelecimentos comerciais, no Ramo Mole (bens não duráveis) as lojas da Zona Sul venderam mais 8%, as da Zona Norte mais 7,1% e as do Centro mais 6,9%. No Ramo Duro (bens duráveis) as lojas do Centro faturaram mais 14,3%, as da Zona Sul mais 10% e as do Centro mais 6,7%.


Compartilhe:
Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailFacebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail