Comércio espera vender mais 5,5 % no Dia dos Pais

Pai_2014

O vinho aparece pela segunda vez na lista dos produtos a serem presenteados

Pesquisa do Centro de Estudos do Clube dos Diretores Lojistas do Rio de Janeiro – CDLRio, que ouviu mais de 500 lojistas da cidade do Rio de Janeiro mostra que os empresários estimam vender 5,5% a mais no Dia dos Pais, uma das maiores datas comemorativas do comércio.

A pesquisa, realizada entre os dias 14 e 19 de julho, contou com a participação de empresários dos setores de vestuário, calçados e bolsas, joias e bijuterias, perfumaria e cosméticos, eletrodomésticos, eletroeletrônicos, telefonia celular e CD.

De acordo com os lojistas roupas, calçados, jóias e relógios, celular, perfumes, carteiras e acessórios, óculos, notebook, eletroeletrônicos devem ser os presentes mais vendidos. A novidade é que pela segunda vez o vinho aparece entre os produtos a serem presenteados.

A maioria dos lojistas estima que o preço médio dos presentes por pessoa deve ser de cerca de R$ 150,00 e que os clientes deverão utilizar o cartão de crédito parcelado como forma de pagamento, seguido do cheque pré-datado, dinheiro, cartão de débito e a prazo (crediário).

A pesquisa mostra também que as esposas (70%), filhos (24%) e os netos (6%) são os que mais compram presentes no Dia dos Pais.

“Apesar do esforço dos lojistas com ações promocionais, liquidações, diversificação de planos de pagamento com a criação de formas de crediário mais fácil, entre outras iniciativas para aumentar as vendas, o comércio está moderadamente otimista com o Dia dos Pais. As liquidações de inverno podem impulsionar as vendas, já que vestuário e calçados estão entre os produtos que serão mais presenteados no Dia dos Pais, diz o presidente do CDLRio, Aldo Gonçalves.

Segundo ele o comércio espera um desempenho da vendas melhor no Dia dos Pais, já que as datas comemorativas no primeiro semestre não tiveram o desempenho esperado pelos lojistas, principalmente o Dia dos Namorados que coincidiu com a abertura da Copa do Mundo com o jogo Brasil e Croácia, que afetou muito as vendas.

Comércio espera vender mais 5,5 % no Dia dos Pais
Compartilhe:
FacebooktwitterredditpinterestlinkedinmailFacebooktwitterredditpinterestlinkedinmail