450 anos da Cidade do Rio de Janeiro

Foto_RioA Cidade do Rio de Janeiro

A história da Cidade do Rio de Janeiro começa no mar. A Baía da Guanabara foi descoberta em 1502, em 01 de janeiro, e tomada como um rio. A atual cidade tornou-se, desde logo, um ponto estratégico para os propósitos militares e comerciais da Metrópole Portuguesa.

Ao resistir às invasões francesas, entre os anos de 1555 e 1565, os portugueses se apercebem da importância da localização geográfica do Rio de Janeiro como base naval para a rota sul do novo continente.

A 1º de março de 1565 a armada entrou na enseada, fundeando, na preamar, junto ao morro Cara de Cão (onde se acha atualmente a Fortaleza de São João), sendo aí, na várzea e istmo compreendidos entre o Pão de Açúcar e o penedo da Urca, lançados os fundamentos da cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, assim denominada em homenagem ao então rei-menino de Portugal, Infante D. Sebastião, e, também, ao santo-mártir. Estácio de Sá deu-lhe foros de “Cidade” com o simbólico ato de fundação na forma do ritual da época.

No período colonial, as atividades econômicas estão estreitamente associadas à utilização de suas instalações portuárias, centralizando a produção na Colônia e garantindo a exclusividade do comércio com Portugal. Nos séculos XVII e XVIII é o ponto obrigatório de passagem da rota da produção mineira do ciclo do ouro e principal centro abastecedor das províncias de Minas e de São Paulo. O Rio de Janeiro começa, portanto, a ganhar importância estratégica e comercial, pois permitia controlar a saída do ouro para a Metrópole. E, na medida em que Minas e São Paulo se tornavam regiões mais ricas, o fluxo de mercadorias de Portugal para a Colônia aumentava e o Rio de Janeiro tornava-se a porta de entrada mais importante deste comércio, deslocando a importância de Salvador. Daí porque, em 1763, a capital do Vice-Reinado se transfere de Salvador para o Rio. E, desde o início se transformou na capital do Reino Unido, de Portugal, do Império Brasileiro e da República.

É a segunda cidade mais importante na economia do país. Conta com um terciário superior que já é expressivo. É importante centro de turismo, comércio e serviços. Seu mercado financeiro é o segundo maior do país.

Centro político, a Cidade do Rio de Janeiro cumpre importante papel na história das liberdades no País, sendo o seu cenário urbano palco de símbolos dos mais fortes da nacionalidade.

Busca-se, agora, um fortalecimento dessas características que fazem da Cidade do Rio de Janeiro, nos seus 450 anos, uma cidade ímpar: um novo caminho para o desenvolvimento urbano, valorizando seus espaços e a sua rica diversidade de ambiência; apoiando o incremento de suas atividades culturais; estimulando o crescimento econômico e em respeito ao meio-ambiente. É o trabalho por uma cidade de desenvolvimento compartilhável por todos.

450 anos da Cidade do Rio de Janeiro
Compartilhe:
FacebooktwitterredditpinterestlinkedinmailFacebooktwitterredditpinterestlinkedinmail