Blocos carnavalescos animam as vendas do Comércio Carioca

CarnavalAnimado com o aquecimento do movimento nas lojas especializadas em produtos para o Carnaval, principalmente pelo grande número de foliões dos blocos carnavalescos que não exigem fantasias padronizadas, a expectativa do comércio carioca é de um incremento de 3% nas vendas até o fim do carnaval. É o que mostra a pesquisa do Centro de Estudos do Clube dos Diretores Lojistas do Rio de Janeiro – CDLRio, que ouviu 300 lojistas da Cidade do Rio de Janeiro durante a semana de 28 de janeiro a 02 de fevereiro para conhecer a expectativa de venda de produtos para o Carnaval.

De acordo com Aldo Gonçalves, presidente do Clube dos Diretores Lojistas do Rio de Janeiro – CDLRio, apesar de cair na segunda semana do mês, as vendas de produtos para o carnaval vão contribuir significativamente para o total das vendas no mês de fevereiro. “O lojista está animado e a presença do grande número de turistas nacionais e estrangeiros na cidade estimula e movimenta o comércio. Mas o fenômeno que tem colaborado bastante para o aumento das vendas de produtos para o carnaval é o crescimento do número de blocos carnavalescos, que por não usarem fantasias padronizadas, contribuem bastante para as vendas de adereços, fantasias, chapéus, fitas, camisetas, bermudas, shorts e sandálias e ventarolas estilizadas. Segundo a prefeitura do Rio cerca de cinco milhões de foliões vão participar dos 455 blocos espalhados pela cidade”, diz Aldo.

De acordo com a Secretaria de Turismo da Prefeitura do Rio de Janeiro a estimativa da presença de turistas para o Carnaval é que 977 mil visitantes estarão na cidade para assistir à maior festa popular do mundo e os blocos de rua, gerando a entrada de US$ 782 milhões na economia da cidade provenientes do turismo contra US$ 665 milhões no ano passado.

Segundo os lojistas adereços e fantasias, tecidos, bermudas, shorts, camisetas, linha de praia – biquíni, maiô, saídas – e vestuário comum são os produtos que estão sendo mais vendidos. O preço médio das compras está em torno de R$ 150,00 e os clientes estão utilizando o cartão de crédito parcelado como forma de pagamento, seguido de dinheiro, cartão de débito, cheque e crediário.

A pesquisa mostra também que as lojas da Zona Norte estão vendendo mais do que as do Centro, Zona Sul e Oeste.

Blocos carnavalescos animam as vendas do Comércio Carioca
Compartilhe:
FacebooktwitterredditpinterestlinkedinmailFacebooktwitterredditpinterestlinkedinmail