Comércio do Rio vendeu mais 0,3% em março

divida quitadaNo acumulado dos três primeiros meses do ano as vendas cresceram 0,4%.

 

As vendas do comércio varejista da Cidade do Rio de Janeiro aumentaram 0,3% em março em relação ao mesmo mês do ano passado. Foi o menor crescimento de um mês de março nos últimos cinco anos, de acordo com a pesquisa Termômetro de Vendas divulgadas mensalmente pelo Centro de Estudos do Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro – CDLRio, que ouviu cerca de 500 estabelecimentos comerciais. No acumulado do primeiro trimestre (janeiro/março) as vendas cresceram 0,4% em comparação com o mesmo período de 2014. Em relação ao mês anterior (fevereiro) as vendas aumentaram 1,0%.

 

O presidente do CDLRio, Aldo Gonçalves, considerou fraco o desempenho do mês de março, principalmente as vendas de produtos do setor de Ramo Duro (Bens Duráveis), que apresentaram resultados negativos. “Normalmente março não é um período de grandes vendas. Vem depois das férias e do Carnaval, quando as pessoas investem muito em lazer”, explica. “Outro fator que influenciou no resultado do mês foi a desaceleração registrada nas vendas das lojas do Centro e da Zona Sul. Por tudo isso, o comércio está se empenhando com uma série de ações para estimular o consumidor e melhorar o desempenho das vendas no Dia das Mães, a segunda data mais importante, depois do Natal, com o lançamento de promoções, descontos, sistemas de crédito diferenciados e diversificação de produtos, esperando um crescimento das vendas da ordem de 3,5%”, concluiu.

 

Segundo a pesquisa, a novidade de março foi o Ramo Mole (bens não duráveis), que apresentou um crescimento de 2,4% contra menos 0,3% do Ramo Duro (bens duráveis). Os melhores desempenhos do mês foram dos setores Confecções (+2,5%), Tecidos (+1,2%), Calçados (+0,3%) e Joias (+0,3%) e os piores foram Móveis (-1,3%), Óticos (- 0,6%) e Eletrodomésticos (- 0,2%). Quanto à forma de pagamento as vendas à vista com 0,6% foram às preferidas pelos consumidores contra 0,1% das vendas a prazo.

 

Em relação às vendas conforme a localização dos estabelecimentos comerciais, a pesquisa mostrou que, no Ramo Mole, as lojas da Zona Norte foram as que mais venderam (+9,1%) seguidas das lojas da Zona Sul com menos 0,2% e as do Centro com menos 10,6%. No Ramo Duro, as lojas da Zona Norte (+0,5%) também lideraram as vendas, seguidas da Zona Sul (+0,1%) e as do Centro (-6,9%).

Comércio do Rio vendeu mais 0,3% em março
Compartilhe:
Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailFacebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail