Resultado do comércio em Março de 2015

O IBGE divulgou hoje, 15/05/15, os resultados das vendas do comércio varejista no mês de março.

Nos últimos 12 meses, o crescimento do volume de vendas do comércio varejista no Brasil foi de apenas 1% e no Rio de Janeiro de 3,3%.

No Brasil ocorreu uma forte desaceleração quando comparamos o resultado entre abril de 2014 e março 2015, de 1%, contra o resultado entre abril de 2013 e março 2014, de 4,5%, e, principalmente, abril de 2012 e março de 2013, de 6,8%.

No Estado do Rio de Janeiro, a desaceleração foi menor. Nos mesmos períodos, o crescimento do volume de vendas foi de, respectivamente, 3,3%; 4,2%; e 4,3%. De fato, nos últimos anos, o desempenho da economia fluminense vinha melhorando.

Em março de 2015, comparando com o mesmo mês do ano anterior, o comércio varejista apresentou um crescimento de 0,4% no Brasil, e de 4,2% no Estado do Rio de Janeiro.

Tendo em vista os problemas de queda das receitas de royalties e os problemas da Petrobras e seus fornecedores, que afetam o Estado do Rio de Janeiro, o crescimento do volume de vendas do comércio varejista em março e o aumento da produção industrial, de 4,8% no mesmo mês, divulgado também pelo IBGE essa semana, não deixam de ser uma surpresa positiva.

Para o restante do ano, o resultado dependerá de como evoluirá a questão da Petrobras e seus fornecedores, o emprego, principalmente o formal, e a taxa de inflação. No que diz respeito a esta última, após o tarifaço de energia, deve ocorrer um arrefecimento. O setor financeiro privado aponta uma taxa de inflação para os próximos 12 meses ligeiramente abaixo de 6% e para 2016, de 5,51%.

Tabelas da evolução do comércio e informações sobre a taxa de inflação:

  Mauro Osorio  – Economista

Resultado do comércio em Março de 2015
Compartilhe:
FacebooktwitterredditpinterestlinkedinmailFacebooktwitterredditpinterestlinkedinmail