Vendas do Comércio Carioca recuaram 3,1% em julho

Foi o primeiro mês do ano em que todos os setores do Ramo Mole (bens não duráveis) e do Ramo Duro (bens duráveis) apresentaram resultado negativo.

As vendas do comércio lojista do Rio de Janeiro registraram queda de 3,1% em julho, em comparação com o mesmo mês de 2014, de acordo com a pesquisa Termômetro de Vendas divulgadas mensalmente pelo Centro de Estudos do Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro – CDLRio, que abrange cerca de 750 estabelecimentos comerciais da Cidade. No acumulado dos sete meses do ano (janeiro/julho) ante o mesmo período do ano passado houve uma queda de 0,6 %.

A pesquisa mostra também que todos os setores do Ramo Mole (bens não duráveis) e do Ramo Duro (bens duráveis) apresentaram resultados negativos. Os que registraram as maiores quedas no faturamento no Ramo Mole foram Calçados (-4,9%), Tecidos (- 4,3%) e Confecções (-3,9%) e no Ramo Duro (bens duráveis) Joias (-5,3%), Óticas (-4,5%), Móveis (-3,7%) e Eletrodomésticos (-2,8%).

Segundo Aldo Gonçalves, presidente do CDLRio, o desempenho negativo das vendas do mês de julho – o pior do ano – foi motivado pela crise econômica que o País atravessa que tem inibido as compras do consumidor. “Além disso, o inverno fraco não ajudou as vendas do comércio, também colaborando para este resultado negativo de 3,1%”, justifica Aldo.

Em relação às vendas conforme a localização dos estabelecimentos comerciais, no Ramo Mole (bens não duráveis) as lojas do Centro venderam menos 5,1%, as da Zona Norte menos 4,6% e as da Zona Sul menos 2,6%. No Ramo Duro (bens duráveis) as lojas do Centro venderam menos 4,4%, as da Zona Norte menos 2,9% e as da Zona Sul menos 2%.

Vendas do Comércio Carioca recuaram 3,1% em julho
Compartilhe:
FacebooktwitterredditpinterestlinkedinmailFacebooktwitterredditpinterestlinkedinmail