Dia Internacional da Mulher

BlogA ideia de criar o Dia da Mulher surgiu nos primeiros anos do século XX, nos Estados Unidos e na Europa, no contexto das lutas femininas por melhores condições de vida e trabalho, bem como pelo direito de voto. Mas foi em meados da década de 1960 que convencionou-se comemorar o Dia Internacional da Mulher em 08 de março. Essa data é tida como símbolo de uma série de reivindicações e grandes conquistas que as mulheres conseguiram ao longo dos séculos.

No Brasil, comemoramos em 30 de abril o Dia Nacional da Mulher. As movimentações em prol dos direitos da mulher surgiram em meio aos grupos anarquistas do início do século 20, que buscavam, assim como nos demais países, melhores condições de trabalho e qualidade de vida. A luta feminina ganhou força com o movimento das sufragistas, nas décadas de 1920 e 30, que conseguiram o direito ao voto em 1932, na Constituição promulgada por Getúlio Vargas. Nesta data foi instituído o voto feminino. As mulheres conquistavam, depois de muitos anos de reivindicações e discussões, o direito de votar e serem eleitas para cargos no executivo e legislativo.

A partir dos anos 70 emergiram no país organizações que passaram a incluir na pauta das discussões a igualdade entre os gêneros, a sexualidade e a saúde da mulher. Em 1982, o feminismo passou a manter um diálogo importante com o Estado, com a criação do Conselho Estadual da Condição Feminina em São Paulo, e em 1985, com o aparecimento da primeira Delegacia Especializada da Mulher.

“Eu sou mulher e decidi viver de escolhas, não de chances, optei por ser motivada e não manipulada,
ser útil e não usada, me sobressair, não competir. Eu escolhi amor próprio e não autopiedade.
Eu escolhi ouvir minha própria voz, não a opinião dos outros. Eu descobri que ser mulher
é ser livre, é ser líder, senhora do meu destino”.
Crys Rangel

Dia Internacional da Mulher
Compartilhe:
FacebooktwitterredditpinterestlinkedinmailFacebooktwitterredditpinterestlinkedinmail