Cadastro Positivo, fique atento!

Os números do crédito em 2018 mostram que o mercado está retomando fôlego, mesmo com a elevada taxa de desemprego. A inadimplência em novembro ficou em 4,3%, o menor patamar da série histórica iniciada em março de 2011. Mesmo assim, o spread no Brasil é um dos maiores do mundo.

Segundo Flávio Calife, economista da Boa Vista, o custo da inadimplência no Brasil ainda é muito alto, já que no nosso modelo os bons pagadores pagam pelos maus e esses patamares só devem mudar com a nova lei do Cadastro Positivo, que inclui automaticamente os consumidores nesse banco de dados. “O Cadastro Positivo acaba com a assimetria de informação para concessão de crédito e os credores poderão cobrar juros menores de quem paga em dia por conhecerem o comportamento de cada consumidor”, comenta Calife.

Aproveitando o momento de aquecimento do mercado previsto para 2019, a Boa Vista fez estudos que mostram as vantagens que as informações da nossa base positiva podem trazer para aperfeiçoar ainda mais a análise de crédito.  Confira os detalhes nos artigos do diretor de Cadastro Positivo da Boa Vista, Lucas Guedes:

http://bit.ly/artigogc

http://bit.ly/2AZKL3t

http://bit.ly/2TNLGeD

Faça sua adesão e comece agora sua história positiva:

Consumidor Positivo

Empreendedor Positivo

Fonte: Boa Vista SCPC

Cadastro Positivo, fique atento!
Compartilhe:
Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailFacebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail