Lojista do Rio gasta R$ 1,8 bi com vigilância