Encontro de Negócios promovido pelo SEPRORJ oferece oportunidade única a empresas e contribuintes

Com fim do prazo para adesão ao PAF-ECF se aproximando, o SEPRORJ, CDL-Rio, Sindilojas e o Sescon-RJ realizaram o “Encontro de Negócios para Automação Comercial com PAF-ECF”. O evento aconteceu na última quarta-feira, 20 de outubro.

Aldo Gonçalves, presidente do CDL-Rio e do Sindilojas, elogiou a parceria entre as entidades, afirmando que elas estão cumprindo suas missões de dar apoio aos associados. “Um encontro como este favorece o intercâmbio de ideias, é a típica parceria ‘ganha-ganha’, onde empresas e clientes saem ganhando com os negócios”, enfatizou Gonçalves.

Representando a Secretaria Estadual de Fazenda do Rio de Janeiro, o superintendente Thompson Silva Neto lembrou que o cumprimento das obrigações tributárias é interesse de todos e que o controle e a qualidade dos serviços tendem aumentar com o avanço tecnológico. “Já utilizamos a internet para auxiliar no controle de tributos e na disponibilização dos serviços, favorecendo a sociedade”, afirmou o superintendente. “A colaboração das entidades é essencial para conscientizar os contribuintes, pois com o aumento de arrecadação há a redução das alíquotas tributárias”, completou.

O evento também teve como público-alvo os contadores. Segundo Edson Dupret, diretor do Sescon, o “Encontro de Negócios” auxilia os contribuintes a perceberem a necessidade da adoção de emissores de cupom fiscal com PAF-ECF homologados em suas empresas.  Como muitos clientes de contadores são empresários do ramo varejista, conhecer os equipamentos e soluções ajuda-os no momento em que conversam com os clientes sobre a obrigatoriedade do PAF-ECF”, disse Dupret.

Após o dia de negociações, os expositores do “Encontro de Negócios” afirmaram, por unanimidade, que a iniciativa de promover esse tipo de evento foi uma grande oportunidade a qual, inclusive, deve ser realizada mais vezes. Entretanto, eles esperavam uma maior procura por parte do público, devido ao prazo para a adoção do PAF-ECF estar próximo. Vanderlei de Oliveira, consultor comercial do Sistema Empresa Fácil, acredita que o descrédito causado pelas sucessivas vezes em que o prazo já foi prorrogado pode ter sido o motivo de um número de visitantes abaixo do aguardado. Com isso, os lojistas também adiam a regularização de seus negócios. “A procura abaixo do esperado pode ter acontecido porque os clientes acreditam sempre que o prazo pode ser mais uma vez prorrogado”, disse ele.

Essa opinião também é compartilhada por Ricardo Campos da Silva, diretor comercial da Organizer Informática. Ainda assim, ele considerou o evento muito produtivo para sua empresa, que viu a participação como uma chance de aumentar a credibilidade no mercado. A consultora regional de contas da DN Automação, Patrícia Cruz, também disse ter gostado dos resultados. Segundo ela, além de ter fechado algumas vendas, o objetivo de divulgar a marca foi alcançado.

Cristina Rodrigues, diretora do SEPRORJ, destacou a importância de criar um encontro de negócios que proporciona aos lojistas boas soluções com preços especiais os quais não são encontrados no mercado. Além disso, ela acredita ainda que esse tenha sido um bom começo para que outros eventos como este possam ser realizados.

Além de preços muito abaixo dos disponíveis no mercado, colocando à disposição um grande número de soluções e equipamentos para aqueles que precisam adotar o PAF-ECF, é interessante ressaltar que o encontro proporcionou também a chance para que as empresas pudessem trocar informações entre si. Com isso, além de conseguirem bons contatos para futuras vendas, os expositores trocaram experiências que poderão ser de grande valia para melhorar cada vez mais os seus produtos.

(Fonte: Priscila Thereso e Nathalia Menezes / Jornalismo  SEPRORJ)

Encontro de Negócios promovido pelo SEPRORJ oferece oportunidade única a empresas e contribuintes
Compartilhe:
FacebooktwitterredditpinterestlinkedinmailFacebooktwitterredditpinterestlinkedinmail