Clube de Diretores Lojistas do Rio comemora 55 anos



O Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro (CDL-RJ) está comemorando 55 anos. A data é um acontecimento que não se limita apenas ao âmbito da entidade e da cidade, mas tem amplitude nacional porque está intimamente ligada ao nascimento do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), considerado um marco e uma verdadeira revolução no sistema de crediário no Brasil, conforme disse o presidente da entidade, Aldo Gonçalves.

Há décadas passadas, segundo ele, para avaliar a concessão de crédito ao consumidor os lojistas tinham que percorrer um longo caminho, através de informantes profissionais, pessoas físicas, que colhiam informações comerciais sobre o candidato ao crédito em outros estabelecimentos, como açougue, armazém, padaria e vizinhos, nas cercanias da residência do cliente. Tudo isso levava cerca de 20 dias até a aprovação.

Fundado em 7 de novembro de 1955 por um grupo de homens empreendedores, a criação do CDL-Rio é uma história de determinação dos empresários lojistas e se constitui num dos exemplos bem-sucedidos da iniciativa privada no Brasil. Ao longo desses 55 anos, a entidade preparou-se para enfrentar a concorrência, montando uma eficiente infra-estrutura e dedicando especial atenção aos seus 15 mil associados, a quem presta diversos serviços, entre eles o de reestruturação operacional, financeira e jurídica, colaborando para evitar o fechamento de muitos estabelecimentos comerciais.

Para Aldo Gonçalves, o CDL-Rio persegue o caminho da modernização, atualização técnica, operacional e da responsabilidade social, pois entende que a sobrevivência e a evolução do comércio varejista, setor de forte concorrência, depende de um contínuo aprimoramento.

– É uma nova era em que a entidade está cada vez mais sintonizada com o desenvolvimento do setor, da cidade, do estado e do país.

O CDL-Rio é hoje uma entidade pioneira que ostenta números que a consagram como uma das líderes do setor, especialmente na proteção e auxílio na concessão de crédito. Ao longo de sua existência, intermediou e ajudou a negociar, através do seu Serviço de Proteção ao Crédito, mais de 50 milhões de dívidas contraídas pelos consumidores, recebeu mais de 500 milhões de consultas (que indicam o movimento nas lojas), e mede com eficiência os níveis de inadimplência no setor, serviços que custariam milhões de reais se fossem realizados pelos próprios comerciantes.

O CDL-RJ também mantém um moderno Centro de Estudos que produz análises e pesquisas, entre as quais a mais conhecida é o “Termômetro de Vendas”, que mostra as tendências e os impactos econômicos no movimento do comércio. A entidade é um dos fundadores da Rede Nacional de Informações Comerciais (Renic), a maior e mais completa rede de informações de crédito do país, presente em mais de 2000 cidades brasileiras.

(Fonte: Monitor Mercantil)

Clube de Diretores Lojistas do Rio comemora 55 anos
Compartilhe:
FacebooktwitterredditpinterestlinkedinmailFacebooktwitterredditpinterestlinkedinmail