Lojistas esperam aumento nas vendas para o Dia das Crianças

Pesquisa com o Lojista

Expectativa do comércio é de um faturamento 8% maior do que no ano passado

Com o estímulo das promoções, novos produtos, formas de pagamento diferenciadas, descontos, recreação nas lojas, propaganda e facilidade de crédito, o comércio lojista está otimista com as vendas para o Dia das Crianças e espera um crescimento 8% superior ao ano de 2010. É o que mostra a pesquisa do Centro de Estudos do Clube dos Diretores Lojistas do Rio de Janeiro – CDL-Rio, que ouviu 500 lojistas da Cidade do Rio de Janeiro dos ramos de brinquedos, roupas, calçados, eletroeletrônicos e artigos esportivos infantis e infanto-juvenis para conhecer a expectativa dos empresários para o Dia das Crianças, uma das maiores datas comemorativas do comércio, depois do Natal, Dia das Mães e Dia dos Namorados.

Segundo a pesquisa o ambiente no comércio é de grande otimismo, mostrando que 67% dos lojistas esperam um movimento bem melhor do que no ano passado no Dia das Crianças. Eles acreditam que as roupas em geral (incluindo as esportivas) devem ser os presentes mais vendidos, com um percentual de 47%, brinquedos variados (incluindo jogos eletrônicos) com 40%, seguido por calçados, celulares, produtos de informática, eletroeletrônicos e artigos esportivos.

O presidente do CDL-Rio, Aldo Gonçalves, diz que a julgar pelo aumento das dívidas quitadas no mês de agosto, que cresceram 5,9%, e o aumento de 11,8% das consultas, os consumidores se prepararam para as compras no Dia das Crianças, “o que pode até ultrapassar a nossa expectativa de crescimento de 8% das vendas”, conclui.

Os lojistas estimam que o preço médio dos presentes por pessoa deve ser de cerca de R$ 130,00 e que a maioria dos clientes deverão utilizar o cartão de crédito parcelado como forma de pagamento, seguido da venda a prazo (crediário), à vista (em dinheiro), cheque pré-datado, cartão de débito e cartão da própria loja.

Para estimular as vendas 46,7% dos lojistas estão fazendo promoções; 26,6% apostaram na decoração das vitrines; 13,3% na facilidade de pagamento; 6,8% investiram em propaganda e 6,6% aumentaram seus estoques com novos produtos.

Elaboração e apuração: Centro de Estudos do CDL-Rio – estudos@cdlrio.com.br

Pesquisados: Associados do CDLRio

Pesquisa com o Consumidor

 Do total de entrevistados 87% eram pais, 8% tios e 5% avós

O Centro de Estudos do Clube dos Diretores Lojistas do Rio de Janeiro – CDL-Rio, também ouviu 500 consumidores que passaram pelos balcões do seu Serviço de Proteção ao Crédito entre 1º a 12 de setembro para conhecer o comportamento e a expectativa de consumo para o Dia das Crianças.  Dos entrevistados 100% informaram que estavam colocando as contas em dia para comprar presentes no Dia das Crianças. Desses 52% disseram que levam a criança junto para comprar os presentes e que 70% afirmaram que são as próprias crianças que escolhem o presente. A pesquisa apontou também que são os pais com 60% os que mais compram presentes, seguidos pelos avós com 27% e pelos tios com 13%. Dos 500 consumidores ouvidos, 66% costumam comprar os presentes em lojas de shopping, 30% em lojas de rua e 4% em ambas.

Elaboração e apuração: Centro de Estudos do CDL-Rio – estudos@cdlrio.com.br

Pesquisados: Consumidores

Lojistas esperam aumento nas vendas para o Dia das Crianças
Compartilhe:
FacebooktwitterredditpinterestlinkedinmailFacebooktwitterredditpinterestlinkedinmail