Comercio espera alta de 7% nas vendas para a Páscoa

Animado com a diversificação da troca de presentes na Páscoa, além do chocolate, observada nos últimos anos, o comércio passou a investir forte na data, e estima vendas 7% maiores do que no ano passado. É o que mostra a pesquisa do Centro de Estudos do Clube dos Diretores Lojistas do Rio de Janeiro – CDLRio, que ouviu 500 lojistas da cidade do Rio de Janeiro para conhecer a expectativa dos empresários e como eles se prepararam para a Páscoa.

A pesquisa buscou informações sobre produtos, promoções e perspectivas de vendas, e contou com a participação de empresários dos setores de Brinquedos (inclusive jogos eletrônicos), Vestuário (adulto e infantil), Calçados e Bolsas, Papelaria, Perfumaria e Cosméticos, Jóias e Bijuteria, Eletrodomésticos, Utensílios para o Lar, Telefonia Celular e CD.

Segundo Aldo Gonçalves, presidente do Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro, limitada até a alguns anos à troca de ovos de chocolate, o comércio está apostando na Páscoa como um novo filão, oferecendo uma série de outros produtos.

“Essa mudança se deu em razão de dois fatores principais: por se tratar de uma data que representa coisas que nos remetem à infância e o de fomentar o romantismo. Por isso os empresários estão inovando a cada ano na data para seduzir os consumidores”, explica.

Com isso, o comércio está direcionando seu foco nesta época, não apenas para as crianças, mas também aos adultos, atraindo atenção especial dos casais, principalmente dos namorados.

Como instrumentos para aumentar as vendas, apostaram na promoção, lançamento de novos produtos, decoração da loja e vitrine, campanha publicitária, kits promocionais, desconto no total das compras e formas de pagamento facilitado.

Os lojistas estimam também que o preço médio dos presentes por pessoa deve ficar em torno de R$ 120,00 e que os clientes deverão utilizar o cartão, cheque pré-datado e dinheiro entre outras formas de pagamento.

Mais de 43% dos entrevistados pretendem contratar temporários para a Páscoa para as funções de vendedor, promotor de vendas, demonstrador e repositor entre outras.

Comercio espera alta de 7% nas vendas para a Páscoa
Compartilhe:
FacebooktwitterredditpinterestlinkedinmailFacebooktwitterredditpinterestlinkedinmail